Desbravando Taipu de Fora

Continuando nossa aventura pela Península de Maraú, depois de enfrentar as dificuldades de acesso para chegar em Barra Grande, não poderíamos perder a oportunidade de conhecer as belezas naturais de Taipu de Fora além de conferir de perto os desafios da acessibilidade desse lugarejo inesquecível.

Ela já foi eleita algumas vezes como a praia mais bonita do Brasil pelos guias especializados, mas, ainda assim, não é tão famosa quanto outros destinos brasileiros, possivelmente porque chegar até lá não é das tarefas mais fáceis. De qualquer forma, garanto que qualquer perrengue será esquecido assim que você pôr os pés (ou as rodas) naquele paraíso.

IMG_7803
Descrição da imagem para cego ver: Placa indicando a chegada à praia de Taipu de Fora

Como chegar

A praia de Taipu de Fora fica a 7km da vila de Barra Grande e a maneira mais comum para chegar lá é através das jardineiras, que fazem o transporte entre a vila e a praia. O valor cobrado para o transporte por pessoa é de R$ 20,00. Foi mais uma aventura nesta viagem, porque os bancos das jardineiras são super estreitos e sem qualquer instrumento de segurança, o que causam um certo desconforto ao sacolejar pela estrada de terra.

IMG_7792
Descrição da imagem para cego ver: Amanda está sentada no banco da jardineira (caminhão branco e azul aberto nas laterais) ao lado da sua amiga Tatyane.

Outra opção é sair de Barra Grande até Taipu de táxi, desembolsando em torno de R$ 60,00. Também há quem prefira ir caminhando pela praia para poder curtir quilômetros de praia deserta.

 O que fazer

Neste balneário da Península de Maraú há pouca coisa para fazer, a não ser relaxar e aproveitar a natureza. A vila em torno da praia é um pouco desenvolvida e possui pousadas, restaurantes e mercadinho. Na beira da praia tem alguns quiosques grandes, como o famoso Buda Beach (o mesmo de Búzios) e o Bar das Meninas.

IMG_7794
Descrição da imagem para cego ver: Amanda está sentada em uma cadeira de praia, de costas para o fotógrafo e em frente ao mar

Mas, mesmo relaxando, não se pode perder o horário ideal para estar na praia, que é quando a maré está mais baixa, pois é possível desfrutar das piscinas naturais cheias de peixinhos, conchas e uma água morna.

De fato, é uma praia lindíssima, principalmente após a criação das piscinas naturais em razão dos corais bem próximos da areia, “prendendo” toda a vida marinha a alcance dos seus olhos.

O instante exato do espetáculo ocorre duas vezes em 24 horas, uma delas sempre durante a noite. Por isso é fundamental consultar a Tábua de Marés quando ainda estiver planejando a viagem. Outra dica legal é programar a viagem baseado na lua, pois nas luas cheia e nova a maré seca mais (o que acontece de manhã).

taipu de fora
Descrição da imagem para cego ver: formação de piscinas naturais na praia de Taipu de Fora

A tranquilidade do local impressiona e não é necessário instrutor, nem equipamento sofisticado. Um ponto de atenção é que a praia é bem agitada quando a maré não está baixa, o que pode dificultar o banho para pessoas com dificuldade de locomoção.

Durante quase todo ano é possível encontrar sol na Península de Maraú, à exceção dos meses de junho e julho, então isso facilita bastante o planejamento da viagem.

Nem precisa dizer o quanto eu voltei transformada dessa super viagem, não é mesmo? Poder desbravar lugares com acessibilidade tão precária e aproveitar para contemplar esse mundão maravilhoso é uma experiência única!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s