Atitudes de Excelência Humana

Um dos pressupostos da PNL é que todos nós temos os recursos mentais e neurológicos para realizar tudo aquilo que desejamos. Para ter acesso a esses recursos, desde que você tenha condições físicas e emocionais, um processo natural de aprendizagem e caminho para a excelência é a Modelagem.

Podemos estudar essa habilidade de aprender intensamente com os outros de forma tão profunda e rápida analisando as atitudes consistentes e comuns obtidas com a modelagem de pessoas altamente eficazes em comunicação.

O primeiro passo é entender e integrar uma nova atitude, baseada no paradigma de que a responsabilidade da comunicação é do comunicador. Parece um pouco óbvio, mas o que notamos é uma frequente delegação de responsabilidade sobre a qualidade da nossa comunicação, sendo uma das principais causas é a indisponibilidade de refletir, de autoexaminar e procurar fazer algo para nosso desenvolvimento. É mais fácil, aparentemente, exigir que outras pessoas façam o duro trabalho de nos satisfazer. Muitas vezes, preferimos nos apegar à ideia de que as pessoas são difíceis ou as crianças são impossíveis porque é doloroso admitir que, falhamos enquanto comunicadores.

Os comunicadores competentes sabem que o significado da comunicação é a resposta que você desperta na outra pessoa. Entretanto, uma das grandes causas da falha na comunicação é que a maioria das pessoas não consegue ouvir o que o outro está dizendo. Estamos muito focados em falar bem, mas esquecemos de exercitar a habilidade de ouvir bem. Outro ponto-chave nas dificuldades de comunicação está na inconsciência do nosso próprio jeito de falar, tanto na musicalidade da voz como nos sinais não-verbais que enviamos ao interlocutor. Acontece que nosso foco consciente, sem disciplina, acaba sendo direcionado para nossos próprios interesses e pensamentos, esquecendo o outro lado. Porém, esse foco de atenção pode ser conscientemente direcionado tanto para atender a mensagem do outro como os nossos próprios referenciais internos. Assim, é preciso sensibilidade às reações sutis do comportamento do ouvinte, além de ser flexível e ágil para se ajustar à forma de enviar a mensagem de acordo com os feedbacks recebidos.

O cuidado com nosso comportamento na comunicação também deve considerar que a resistência é um sinal de inflexibilidade ou teimosia do comunicador. Enquanto o teimoso, não conseguindo seu objetivo, repete os mesmos comportamentos e atitudes na expectativa de logar sucesso, o persistente altera criativa e flexivelmente comportamentos e atitudes até alcançar o objetivo desejado.

Comunicadores eficazes sabem ouvir as pessoas de maneira ativa e com isenção, porque entendem que não há substituto para canais sensoriais abertos e limpos. Além disso, compreendem que a intenção por detrás de todo comportamento é positiva. Estes comunicadores atuam pautados no entendimento que não é necessário aceitar ou concordar com o que a pessoa estiver fazendo, mas procurar entender o que ela pode estar querendo obter de bom ao agir daquele modo. Essa é uma das mais árduas tarefas do amadurecimento pessoal.

Definir qual o resultado desejado é um excelente ponto de partida para iniciar a viagem pela construção de um processo de comunicação eficaz. Assuma a responsabilidade da comunicação e você terá o controle dos resultados almejados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s