Existe amor em São Paulo. Mas, será que existe acessibilidade?

Uma das músicas mais tocadas em 2011 foi “Não Existe Amor em SP” do cantor Criolo. Mas, sabemos que existe um grande grupo de pessoas e vários movimentos nas ruas para mostrar que amor ainda existe. E será que o caminho por tal amor é acessível?

Para conhecer melhor sobre a acessibilidade, todas as vezes em que estivemos em São Paulo, sempre tentamos experimentar a cidade para além do centro financeiro e de negócios, do trânsito caótico, da sua representação como uma selva de pedra. Compartilhamos abaixo a avaliação de alguns programas para aproveitar SP.

Conhecer um parque

Em um das nossas estadias, ficamos hospedamos em um hotel da rede Pestana, bem próximo ao Parque Ibirapuera. Confesso que foi uma verdadeira aventura, um tanto desagradável pela quantidade de buracos e desníveis encontrados pelo caminho. Ficamos surpresos com a dificuldade em transitar pelo bairro e decidimos pedir um táxi para retornar ao hotel. Mesmo assim, o passeio no Ibirapuera valeu muito a pena e foi possível aproveitar um pouco da natureza em meio a tanto concreto.

São Paulo é mais verde do que se imagina, há mais de 100 parques na cidade. E se por acaso você precisar fugir um pouco da loucura, corre para um deles, vai se impressionar.

Andar na Avenida Paulista

Se você estiver em um domingo na cidade, vale muito a pena aproveitar as inúmeras manifestações culturais na Av. Paulista!

Apreciar a gastronomia

Para quem aprecia explorar a gastronomia durante as viagens, não há nada que você não encontre na cidade, tem de tudo um pouco e o suficiente para agradar à todos os paladares, de pequenos restaurantes até famosos e renomados chefs. Muitos deles ainda pecam quando o assunto é acessibilidade, então vale a pena fazer uma pesquisa rápida antes de decidir o local para colocar no roteiro.

Fazer compras

Seja na famosa 25 de Março, Brás, Oscar Freire ou nos mais requintados shoppings da cidade, é quase impossível você ir embora sem fazer umas comprinhas.

Conhecer o Museu do Futebol no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho – Pacaembú

Experiência super legal para quem curte e quer conhecer melhor a história do futebol brasileiro. Encontramos elevadores, banheiros adaptados e o mais importantes: pessoas preparadas para conduzir a visita. Além disso, há gratuitidade para a pessoa com deficiência e um acompanhante.

São Paulo à noite

São tantas opções que nada melhor do que curtir a noite de São Paulo. Com música ao vivo ou não, chique ou simples, na Vila Madalena e Vila Olímpia é quase impossível não encontrar um lugar que lhe agrade.

Ver a cidade do alto

Estar em São Paulo é uma coisa, vê-la de cima é outra ainda mais impressionante. Há muitos lugares que oferecem uma vista espetacular da cidade, como os famosos edifícios Copan, Martinelli e Itália, ou até mesmo o terraço do Hotel Unique.

Nós optamos por conhecer o Terraço Itália. Nele, o elevador vai até um determinado ponto, onde só é possível subir por escadas. Fomos auxiliados por alguns seguranças e pudemos desfrutar de um jantar com uma vista deslumbrante da cidade.

Fazer um voo panorâmico pela cidade

E se você tiver um namorado que ama surpresas, ele pode acabar aproveitando a oportunidade para lhe pedir em casamento de uma maneira inusitada. Conhecer o Campo de Marte e receber esse (inesquecível) pedido romântico foi o marco da minha relação com a maior cidade do Brasil.

Sim, São Paulo tem ainda muito mais do que isso para oferecer. Ficou com vontade? Então comece logo a planejar a viagem!

2 comentários em “Existe amor em São Paulo. Mas, será que existe acessibilidade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s