Campos do Jordão para turistas com deficiência

Desbravar as belezas dos destinos brasileiros envolve enfrentar os desafios acerca da acessibilidade no nosso país. Em Campos do Jordão não é diferente. Situada na Serra da Mantiqueira, lá é possível desfrutar de uma vista magnífica e acolhedora. Devido ao charme, à arquitetura peculiar e ao clima, a cidade é conhecida como “Suíça brasileira”.

Entretanto, para os turistas com deficiência, vencer as barreiras arquitetônicas das ruas, hotéis e restaurantes fará parte do roteiro da viagem. Isso porque a cidade não é muito amigável quando o assunto é assunto é acessibilidade e inclusão. Mas, compartilharemos a experiência de conseguir conhecer os principais passeios de uma das cidades serranas mais famosas do Brasil!

Onde ficar

Fomos no final de abril, fora da alta temporada, e ficamos três dias no Hotel Matsubara. Ambiente limpo e aconchegante, ideal para quem busca a melhor relação custo x benefício. Apesar do bom atendimento, o hotel deixa a desejar quando o assunto é acessibilidade. Já na entrada, um degrau que dificulta o acesso com autonomia. Além disso, o balcão para o check-in não possui altura adequada, impactando negativamente o início da experiência com o cliente.

Fomos informados de que não haviam suítes acessíveis e sugeririam nos apresentar o quarto mais amplo do hotel. Considerando que atendia às minhas necessidades, aceitamos a sugestão. A vista era bonita, a cama confortável e, apesar do banheiro não ter as adequações necessárias, ele era espaçoso e permitia uma boa movimentação.

O hotel também oferece transfer gratuito até o centro de Campos do Jordão, mas apesar do carro ser grande, ele não possui adaptações para pessoas com deficiência.

O que fazer

Vila Capivari

Será no ‘centrinho de Capivari’ que você vai encontrar a maior concentração de restaurantes e barzinhos com música ao vivo de Campos. A região também é, certamente, o lugar com mais variedade de lojas de malhas e outros itens de vestuário. Aproveitamos para conhecer e experimentar o famoso Pastel do Maluf! Valeu a parada!

Aproveite bastante porque esse será o passeio mais acessível que você fará em toda a cidade. Isso porque é a região com a menor quantidade de barreiras arquitetônicas. Entretanto, mesmo assim não é possível garantir a plena autonomia dos turistas com deficiência, sobretudo pela quantidade restrita de rampas na região.

Jardins Amantikir

Também conhecido como os “jardins que falam”, é uma região com mais de 2,5 km de vias internas que levam os visitantes aos 60 m2 do parque. Apesar da beleza local, essa é uma área com muitos aclives e declives e com terrenos cheios de pedregulhos e gramas.. Prepare o coração para desgastar a sua cadeira de rodas ao longo do percurso.

Além disso, a entrada não é barata: R$ 25 por pessoa. A boa notícia é que o visitante com deficiência tem entrada gratuita.

Ducha de prata

Ainda no circuito dos passeios mais tradicionais – e pouco acessíveis – de Campos do Jordão, a Ducha de Prata reúne várias quedas d’água artificiais que podem ser observadas de vários ângulos por meio de passarelas de madeira. Muitas lojas de artesanato vendem artigos com preços melhores que os do Capivari.

Fábrica de chocolates

Além de uma loja, o local oferece também com uma pequena cafeteria que vende mini fondue, entre outros docinhos.

Uma das marcas mais tradicionais de chocolates de Campos do Jordão, a Araucária oferece ao visitante a oportunidade de conhecer a sua fábrica. A visita é gratuita, mas não espere grande coisa: a fábrica não é muito amigável com pessoas com alguma deficiência. Prepara-se para encontrar escadas na entrada, que é combinada com uma rampa íngreme, e com dificuldade até mesmo para observar o trabalho dos funcionários através de uma plataforma superior envidraçada. Mas, pela degustação dos chocolates e os sorvetes na lanchonete, vale a visita!

Saldo de Campos: se você gosta de explorar até mesmo os mais difíceis destinos, vá! Mas, se você busca conforto e a garantia de autonomia em todas as suas viagens, continua acompanhando os nossos próximos destinos acessíveis!

2 comentários em “Campos do Jordão para turistas com deficiência

  1. Olá Amanhdinha! Parabéns pelo seu texto maravilhoso! A cidade de Campos de Jordão é muito bela, pena que não é acessível para pessoas com deficiência. Forte abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s