Diálogos e o poder das perguntas

Diálogos e o poder das perguntas

Quando falamos sobre a qualidade da nossa comunicação, alguns questionamentos podem nos inquietar com certa frequência. Será que as palavras estão nos bloqueando? Será que elas estão sendo compreendidas ou apenas estamos reagindo como o piloto automático?

Continue lendo “Diálogos e o poder das perguntas”

A influência da inteligência emocional em nossos resultados

A influência da inteligência emocional em nossos resultados

Durante a última semana, fomos entrevistados pela TV Brasil e uma das perguntas que abriram nosso bate papo foi sobre a que atribuíamos a superação de desafios e o alcance de uma vida feliz. Não dá para responder essa pergunta sem falar sobre a importância da inteligência emocional nos resultados que desejamos alcançar. Continue lendo “A influência da inteligência emocional em nossos resultados”

Como funciona a mente

Como funciona a mente

Lembro-me do auge de meus oitos anos, usando o vestido vermelho favorito e carregando meus cachinhos na cachola em um aniversário infantil. Como eu adorava conversar com os desconhecidos, recebi com um largo sorriso uma senhora que se aproximou de mim e afirmou que eu poderia ser curada. Com a pureza de uma criança, retruquei que eu não estava em busca de cura, afinal não estava doente. Talvez aquela senhora tenha se despedido de mim achando que eu ainda era muito inocente e que um dia eu compreenderia algumas coisas na vida. O curioso é que eu fui embora pensando a mesma coisa sobre ela.

Continue lendo “Como funciona a mente”

Estratégias para construir harmonia e confiança nos relacionamentos

Estratégias para construir harmonia e confiança nos relacionamentos

Qualquer pessoa que esteja disposta a melhorar a qualidade dos seus relacionamentos, através da construção de harmonia e confiança, tem a necessidade de compreender a dinâmica dos dois níveis mentais que operam simultaneamente em qualquer comunicação: o consciente e o inconsciente. A nossa mente consciente tende a detectar as diferenças entre nós e o outro, mas é facilmente sobreposta pela percepção da nossa mente inconsciente, a qual busca as semelhanças. Isso quer dizer que o consciente é responsável por 5% a 9% das atividades de nossa vida, ficando sob responsabilidade da mente inconsciente entre 91% a 95%.

Um bom exemplo do nosso imperativo inconsciente, a atração pela semelhança, é a nossa motivação ao conversar com alguém que tenha algo em comum conosco ao invés de alguém diferente de nós.

Continue lendo “Estratégias para construir harmonia e confiança nos relacionamentos”

A coragem de determinar quem se quer ser

A coragem de determinar quem se quer ser

Lembro do primeiro livro que li, há alguns anos, quando comecei a despertar para a importância do autoconhecimento. Havia nele uma citação que me causou grande reflexão e que eu carrego até hoje: “não tente descobrir quem é, mas determinar quem quer ser”. Há nessa mensagem uma sutil, e profunda, mudança de perspectiva: saímos da posição de espectadores sobre as nossas limitações, nossos traumas para um sujeito ativo, que usa esse conhecimento em prol do seu autodesenvolvimento. E à medida que seguimos nesse caminho de construção, vamos lidando com a nossa humanidade, descobrindo as nossas sombras e trabalhando as fraquezas.

Continue lendo “A coragem de determinar quem se quer ser”

O que a autoestima tem a ver com a PNL?

O que a autoestima tem a ver com a PNL?

Em uma das discussões mais ricas que eu já participei sobre autoestima, meu Mestre Kau Mascarenhas me apresentou uma definição que julguei extremamente interessante: certeza com origem interna de que se é apropriado à vida. E será que a PNL pode ajudar a melhorar a autoestima e manter uma autoimagem saudável?

Continue lendo “O que a autoestima tem a ver com a PNL?”